Veja minha participação no Jornal da Gazeta

April 18, 2014 |

Televisão

Pixinguinha será mais uma vez homenageado na semana em que se comemora o Dia Nacional do Choro. Afinal, é o patrono do estilo musical e nunca foi superado como intérprete. A data é 23 de abril, quarta-feira, mas o Instituto Moreira Salles, a Imprensa Oficial do Estado e o Sesc têm programação para três dias. De terça a quinta-feira, o Sesc Vila Mariana apresentará “Outras pautas — Pixinguinha em concerto”, seleção de arranjos originais do maestro, executados por uma formação de 30 músicos, a Orquestra Pixinguinha na Pauta., com Nailor Proveta como solista. Os concertos marcam o lançamento de duas caixas de partituras elaboradas pelo músico: Pixinguinha: outras pautas e O Carnaval de Pixinguinha. As caixas, uma com 44 arranjos e outra com 25, contêm composições suas, incluindo clássicos como “Carinhoso” e “Lamento”, arranjos feitos para músicas de compositores como Ernesto Nazareth, Chiquinha Gonzaga, Sinhô, Donga e João da Bahiana, e temas de tradição popular orquestrados. As duas trazem livretos especiais com conteúdo sobre as composições e os arranjos. E focam na produção de Pixinguinha para o programa da rádio Tupi comandado pelo lendário Almirante, entre 1947 e 1952. O trabalho é uma sequência da publicação Pixinguinha na Pauta, de 2010, que tem o selo do IMS e da Imprensa Oficial.
Mais música no Teatro Bradesco, na Pompéia. Trata-se do musical Nas Alturas, premiado na Broadway com quatro Tony Awards. Do original In The Heights, criado por Lin-Manuel Miranda, o musical que estreou em 2008 foca na comunidade latina que vive em Washington Heights, na periferia de Nova York, onde sempre é festa, e se ouve hip hop, salsa, merengue e soul music. O texto foi finalista do premio Pulitzer em 2009. O elenco tem quase 30 atores/cantores/bailarinos, dirigidos por André Dias, dançando as coreografias originais de Andy Blankenbuehler. Até 25 de maio.
E a Osesp, comandada pelo maestro Isaac Karabtchevsky, apresenta na semana que vem, concerto de sotaque totalmente russo. Na primeira parte o pianista moscovita Nikolai Luganski sola o Concerto Nº 3 de Rachmaninof para piano e orquestra. Na segunda parte, a orquestra interpreta a Sinfonia nº 1 Sonhos de Inverno, de Tchaikovski. São três apresentações de quinta a sábado. No domingo de manhã, a Osesp apresenta apenas a sinfonia.


Podcast para Rede Jovem Pan Sat

April 17, 2014 |

Podcast

Baixar Podcast | Abrir em nova janela

Maior evento literário do País, a Flip 2014 acontece em Paraty, de 30 de julho a 3 de agosto, com forte sotaque latino-americano: quatro dos autores internacionais convidados têm origem na América hispânica, e vêm inseminando a literatura europeia e a americana com sua prosa. Estão confirmados o chileno Jorge Edwards, a argentina Graciela Mochkofsky, o mexicano Juan Villoro e o peruano-americano Daniel Alarcón. De diferentes gerações, origens e experiências, os latinos da Flip compõem uma amostra da pujança da prosa escrita em espanhol nos dias de hoje, em nosso continente.

Em São Paulo, mais um musical entra em cartaz. Desta vez, é “Nas Alturas”, premiada montagem da Broadway, cujo título original é “In the Heights” e que acabou faturando quatro Tony Awards, o Oscar do teatro. A estreia acontece hoje, no Teatro Bradesco, no Bourbon Shopping, na Pompeia.

E quem estreou na capital paulista é o ator Ney Latorraca, com a peça “Entredentes”, que está no Teatro do Sesc Consolação, de sexta a domingo. Com texto e direção do sempre polêmico Gerald Thomas, o espetáculo marca o encontro de um islâmico radical e um judeu ortodoxo, no Muro das Lamentações, em Jerusalém, onde iniciam um embate de ideias. Interessante e atual.
Cesar Giobbi para rede jovem pan sat


Podcast Rede Jovem Pan Sat 16.04.14

April 16, 2014 |

Podcast

Baixar Podcast | Abrir em nova janela

Será aberta hoje à noite, no Museu Afro Brasil, no Ibirapuera, em São Paulo, a exposição “Regastein Rocha e a Gráfica Raízes”. Na década de 80, Regastein dominava o mercado de livros de arte. Sua editora, a Raízes, foi pioneira, no Brasil, atendendo este segmento. E sozinha ficou por muitos anos. A mostra reunirá exemplares do catálogo da editora, com mais de uma centena de obras relevantes para a memória da arte brasileira. Entre elas: “Portinari”; “Masp – 30 anos” e “Yanomami”, de Claudia Andujar, com texto de Darcy Ribeiro. A Raízes, por quase 20 anos, contribuiu de forma determinante para o desenvolvimento do design gráfico no País.

Poeta, compositor, dramaturgo, cantor e diretor, o multimídia Rodrigo Pitta apresenta seu show “Estados Alterados”, também hoje à noite em São Paulo, no Tom Jazz, na Avenida Angélica. Rodrigo volta à capital paulista depois de se apresentar com Adriana Calcanhotto e virar parceiro de Ana Carolina no novo disco da cantora. O álbum “Estados Alterados” é um dos selecionados para o Prêmio da Música Brasileira. No repertório, canções como “Sambas Urbanos”, “Metrô”, “Minha Cabeça, Meu Avião” e “Blue Tuesday”. Ingressos a R$ 80.
Cesar Giobbi, para rede jovem pan sat


Podcast Rede Jovem Pan Sat 15.04.14

|

Podcast

Baixar Podcast | Abrir em nova janela

Não há desculpa para não ir ao teatro. Nos palcos de São Paulo, a movimentação é intensa, com estreias e reestreias. Uma experiência, no mínimo interessante, é o espetáculo “A Feia Lulu”, em cartaz no Teatro Faap, em Higienópolis, às segundas e terças-feiras. Quem estrela a montagem é Fause Haten, que há muito deixou de ser só estilista de moda para fazer incursões como ator, cantor, figurinista, escritor, performer e videomaker.

Ironicamente, em “A Feia Lulu” ele é… um estilista, às voltas com uma personagem, Lulu, na verdade, “La Vilaine Lulu”, criada em quadrinhos pelo estilista francês Yves Saint Laurent, em 1953. Lulu é uma menina de quatro anos que segue seus instintos e faz maldades sem ter ressentimentos. E o personagem de Fauze é o próprio St Laurent.
Também às terças-feiras, Grace Gianoukas comanda a 13ª temporada de “Terça Insana”, que neste mês traz ao palco esquetes cômicos sobre o tema “Que País é Este?”. No elenco, os comediantes Agnes Zuliani, Darwin Demarch, Sidney e Nilton Rodrigues. Em cartaz no Teatro Folha, no Shopping Pátio Higienópolis. A produção avisa que haverá sessão extra na próxima segunda-feira, no feriado de 21 de abril.
Cesar Giobbi, para rede jovem pan sat


Veja minha participação no Jornal da Gazeta

April 11, 2014 |

Televisão

O Theatro Municipal de São Paulo estreia amanhã a segunda atração de sua temporada lírica de 2014. Trata-se do Falstaff, a última e mais divertida ópera do compositor italiano Giuseppe Verdi. O maior destaque desta montagem é o barítono italiano Ambrogio Maestri, que já viveu o papel título mais de 200 vezes, em palcos como o Metropolitan de Nova York e o Scala de Milão. Sua voz poderosa fez dele o mais importante intérprete do papel na atualidade. Ele canta seis das oito récitas da temporada, que vai até o dia 24. O barítono cubano Nelson Martinez interpreta o Falstaff nas duas outras. A direção musical é do maestro John Neschling, e a direção cênica é do italiano Davide Livermore, escolhido por sua visão arejada e contemporânea das montagens operísticas. O enredo é baseado nas Alegres Comadres de Windsor, de Shakespeare, e conta a história de um conquistador sem caráter, que acaba vítima da vingança de todos a quem prejudicou. Uma atração com ótimo acabamento, diversão garantida para quem gosta do gênero. Quem quer estrear no mundo lírico, tem aqui uma oportunidade leve e divertida.
E a arte da China contemporânea é a atração que entrou em cartaz ontem na Oca, no Ibirapuera. No total, são 110 obras dos 62 mais importantes artistas chineses da atualidade, dos anos 90 para cá. Entre eles, o ícone é Ai Wei Wei, conhecido mundialmente tanto por sua criatividade quanto por sua rebeldia, que lhe custou uma temporada na cadeia. Hoje ele vive em prisão domiciliar em Pequim, enquanto sua obra anda pelo mundo todo. É dele uma instalação com 46 bicicletas que formam uma torre. Mas há também os Luo Brothers e Shi Xinning, entre os veteranos. Já Huang Jun e Song Gang e vários outros, representam a novíssima geração. Outro destaque da mostra é o filme em 3d de Miao Xiaochun, projetado no teto da Oca. Alguns trabalhos foram criados especialmente para a mostra como o de Wang Qingsong, um gigantesco site specific com 600 cartazes publicitários originais pintados à mão. Para contextualizar a produção atual, a mostra apresenta também uma pequena seleção de arte têxtil e peças de arte antiga, a partir do século X. O público é estimulado a fotografar tudo o que vê e publicar nas redes sociais utilizando o hashtag ChinaArteBrasil. As melhores fotos serão incluídas nos perfis da mostra no Instagram e Facebook. Até o dia 18 de maio.
Boa Noite.


Confira meus últimos podcasts

April 10, 2014 |

Podcast

11.04.2014

10.04.2014

09.04.2014

08.04.2014

07.04.2014

Baixar Podcast | Abrir em nova janela